Juris

Júri Internacional

 

Angélica de Oliveira

Formada em Comunicação Social pela UFF, trabalha há mais de 10 anos com cinema e audiovisual nas esferas privada e pública. Dentre seus trabalhos, se destacam: a produção de lançamento na distribuidora do Grupo Estação, a Coordenação de Desenvolvimento da Indústria na Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, e a Coordenação da Première Brasil do Festival do Rio.

 

 

 

 

 

 
Gustavo Pizzi

Diretor, produtor e roteirista. Estreou na direção no documentário “Pretérito Perfeito”. Seu primeiro longa-metragem de ficção “Riscado” foi exibido no SXSW (South by Southwest), Texas (EUA), e em mais de 40 festivais de cinema. De 2012 a 2014, dirigiu a série de TV documental Oncotô, com 39 médias-metragens exibidos na TV Brasil. Trabalhou no roteiro da série de TV #MeChamadeBruna, que está em sua segunda temporada e é exibida pela Fox Premium em toda a América Latina. Seu novo filme “Benzinho” fará sua estreia na competição internacional do Festival de Sundace 2018 (EUA). Atualmente está desenvolvendo a série de ficção Gilda que será exibida no Canal Brasil.

 

 

 

 

 

Samantha Brasil

Cientista social, pesquisadora e crítica de cinema, com mestrado em Sociologia e Antropologia (UFRJ). Curadora do Cineclube Delas que tem enfoque no cinema realizado por mulheres. Integrante das Elviras - Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema, do podcast Feito por Elas que visa debater e divulgar o cinema de diretoras, do canal A Lente Escarlate, que analisa filmes brasileiros, além de colaborar regularmente escrevendo sobre cinema no Delirium Nerd e no canal Sobre Elas.
 
 
 

 

 

 

 

Júri Nacional

 

Maria Rita Nepomuceno

Cineasta graduada pela UFF com mestrado em Multimeios pela UNICAMP. Programou festivais de cinema (CURTA CINEMA e FBCU), realizou filmes ("Joel e Gianni", 2015 e "O Dia de Salma", 2010) e escreveu artigos publicados no Brasil e na Itália sobre a obra do cineasta Pier Paolo Pasolini, realizando conferências e traduções. Atualmente é responsável pela coordenação do setor de licenciamento do CINEBRASiLTV e é também quem seleciona os projetos para produção via FSA, acompanhando a produção dos projetos desde os roteiros até a finalização.

 

 

 

 

 

 

Paloma Coelho

 

Doutora e mestra em Ciências Sociais pela PUC Minas, com estágio doutoral na Universidad Carlos III de Madrid (2014-2015). Especialista em História da Cultura e da Arte pela Universidade Federal de Minas Gerais. Atualmente, desenvolve pesquisas na área de sociologia e antropologia, abordando principalmente os temas: cinema, família, gênero, corpo e sexualidade. Integrante do Grupo de Análises de Políticas e Poéticas Audiovisuais (GRAPPA) e do Grupo de Estudos em Cultura, Contemporaneidade e Audiovisual (GRECCA).

 

 

 

 

 

Simone Zuccolotto

Formada pela PUC Rio em Comunicação, com pós-graduação em Roteiro de Cinema. Especialista em jornalismo cultural passou por veículos como Telecine, Multishow, TV Cultura e TVE. Colabora para o Jornal Valor Econômico, diversas revistas e catálogos de festivais e mostras. Atualmente apresenta e faz reportagens para o programa Cinejornal do Canal Brasil. Dirigiu as séries: “A Mulher no cinema”, “Nas sombras do medo: o cinema de terror no Brasil”, “Encontros e desencontros do cinema brasileiro”, “Foi bom pra você benzinho?”, “Mordaça”, entre outras. Assina críticas para o jornal O Globo (Rio Show e Segundo Caderno).

 
 
 
 
 
Elviras - Coletivo de Mulheres Críticas de Cinema

Elviras é um coletivo de mulheres que escrevem críticas cinematográficas e/ou produzem reflexão teórica sobre audiovisual. O nome é em homenagem a Elvira Gama, a primeira mulher no Brasil a escrever sobre a imagem em movimento, entre 1894 e 1895, no Jornal do Brasil. Historicamente, o espaço das mulheres na crítica cinematográfica é muito pequeno. No geral, os grandes veículos privilegiam nomes masculinos para compor os seus quadros de críticos. Assim, como os debates públicos e os júris de festivais costumam ser majoritariamente compostos por homens. Com a criação de associações de profissionais da área, foi possível perceber que a falta de espaço é também um movimento de dentro da própria crítica. Diante desse cenário, as Elviras iniciaram um movimento de união coletiva entre as mulheres que atuam hoje como críticas no Brasil.
O Femina convidou as Elviras para formarem um júri especial que escolherá o Melhor Curta-metragem e o Melhor Longa-metragem da Competição Nacional.

 

 

 

Júri Elviras

 

Ivana Bentes

Professora e pesquisadora da Pós-graduação em Comunicação e diretora adjunta de extensão da Escola de Comunicação da UFRJ. Atuante na área de comunicação, cinema, audiovisual e cultura. Foi diretora da Secretária de Cidadania e Diversidade Cultural no Ministério da Cultura de 2015 a 2016. É pesquisadora do CNPq com os temas Estéticas da Comunicação e Periferias Globais. É autora de “Joaquim Pedro de Andrade: a revolução intimista” (Ed. Relume Dumará), “Glauber Rocha: cartas ao mundo” (Cia das Letras), “Ecos do cinema: de Lumiere ao digital” (Ed. UFRJ); “Avatar: o futuro do cinema e a ecologia das imagens digitais” (Ed. Sulina) e “Mídia-Multidão: estéticas da comunicação e biopolíticas” (Editora Mauad X).

 
 
 
 
 
Maria Caú

Formada em Cinema pela UFF e doutora em Literatura Comparada pela UFRJ. É autora do livro “Olhar o mar: Woody Allen e Philip Roth — a exigência da morte” (Editora Verve, 2015), faz parte do coletivo de mulheres críticas de cinema Elviras e é uma das apresentadoras do vlog A Lente Escarlate. Publicou poemas e contos em coletâneas e revistas eletrônicas como “Garupa” e “Moviola”. Além da paixão por cinema e literatura, seus outros vícios são: cafeína, viajar, Beatles, cuba libre, seriados de tevê, conversas longas sobre assuntos improváveis, ouvir discussões alheias e planejar fugas perfeitas.

 

 
 
 
 
Laura Batitucci

Formada em Literatura Inglesa pela Faculdade de Letras da UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais). Atualmente, é estudante de graduação do curso de Cinema e Audiovisual da UFF (Universidade Federal Fluminense). Iniciou-se na crítica de cinema pelo blog da ocupação da Faculdade de Letras, o Fale de Cinema, e hoje escreve para ele e para o Cinematório. É também integrante do Coletivo Elviras de Mulheres Críticas de Cinema.

 

 

 

Local das exibições e seminário

Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro

 

 

 

Rua Primeiro de Março, 66 - Centro
CEP: 20010-000 / Rio de Janeiro (RJ)
(21) 3808-2020
ccbbrio@bb.com.br
Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h.