Premiação da competição internacional / Awards of the international competition

Competição Internacional

Júri: Cynthia Judkowski, Eveline Ketterings, Simone Spoladore

Grande Prêmio Femina – Festival Internacional de Cinema Feminino da Competição Internacional

  • Wir Sterben (Nós morremos), de Josephine Links, Alemanha

Com uma riqueza enorme na composição dos planos e pensando em cada recurso visual, o filme constrói um relato sensível, original e diferente. Sem planos abertos, o filme foca nos corpos e nos diálogos. Ele coloca o corpo como um lugar onde o tempo e o espaço se relacionam, fazendo com que nos vejamos através do outro, o qual por sua vez também nos constrói, quando forma uma imagem de nós. A ousadia da diretora de retratar de perto um corpo tão frágil desafia o espectador.
Esperamos estimular a diretora através deste prêmio, porque sabemos das dificuldades de produção e circulação de curtas-metragens.


Prêmio Especial do Júri da Competição Internacional

  • El Sonido del Bandoneón (O som do bandonéon), de Jiska Rickels, Holanda

Um excelente documentário com uma clara e interessante abordagem sobre seu objeto, ritmo preciso e uma ótima seleção de personagens e situações. Destacamos também a seleção da trilha sonora, que deu ao filme um tom mais reflexivo, sensível e agradável.


Melhor Direção Internacional

  • Eileen Hofer, por He Was a Giant with Brown Eyes (Ele era um gigante de olhos castanhos), Suíça-Azerbaijão

O filme se destaca por uma direção precisa sobre todos os seus elementos. A maneira de apresentar as personagens, de construir os vínculos e a cuidadosa seleção das falas, permite que o filme se desenvolva sem excessivo drama e com um toque de humor. Destacamos também o cruzamento entre documentário e ficção que torna o filme muito interessante, já que não se sabe exatamente quando o que se está vendo é real ou não.


Prêmio para Melhor Destaque Feminino Internacional

  • Michaela Pavlátová, diretora de Tram (Bonde), França-República Tcheca

O filme Bonde possui uma temática original, uma construção criativa e uma riqueza de recursos estilísticos e animados. Sua proposta temática, visual e sonora se complementam de forma excepcional. Além disso, podemos ver no filme, sem censuras, a experiência sexual da motoneira do bonde. O erotismo do filme o torna muito feminino, na medida em que lida com o prazer sexual da mulher. É interessante observar também como a personagem transforma de forma inconsciente um trabalho repetitivo e entediante em uma fantasia sexual. O modo que a diretora encontrou para transformar esse sentimento em imagens o torna bastante original.


International Competition

Jury: Cynthia Judkowski, Eveline Ketterings, Simone Spoladore

Grand Prix Femina – International Women’s Film Festival of the International Competition

  • Wir Sterben (We Die), by Josephine Links, Germany

With an enormous richness in the composition of shots and thinking about every visual resource, the film constructs a sensible, original and different story. Without open shots, the film focuses in the bodies and dialogues. It shows the body as a place where time and space relate, making us see ourselves through the other, which for itself also constructs us, when forming an image of us. The director’s audacity in portraying such a fragile body from so close defies the spectator.
With this award we hope to stimulate the director, because we are aware of the difficulties in producing and showing short films.


Special Jury Award of the International Competition

  • El Sonido del Bandoneón (The Sound of the Bandoneon), by Jiska Rickels, Netherlands

An excellent documentary, with a clear and interesting approach about its subject, a precise rhythm and great selection of characters and situations. We also highlight the selection of the sound score, which gave the film a more reflective, sensible and pleasant tone.


Best International Direction

  • Eileen Hofer, for He Was a Giant with Brown Eyes, Switzerland-Azerbaijan

The film is highlighted by its precise direction about all its elements. The way of presenting the characters, of constructing the bonds and the careful selection of dialogues permits the film to develop without excessive drama, and a touch of humor. We also point out the crossing between documentary and fiction, which makes the film very interesting, as it is not possible to know exactly if what is seen is real or not.


Best International Female Participation Award

  • Michaela Pavlátová, director of Tram, France-Czech Republic

The film Tram possesses an original theme, a creative construction and a richness of stylistic and animated resources. Its thematic, visual and sonorous proposals complement themselves in an exceptional way. Besides all this we can see in the film, without censorship, the sexual experience of the tram conductor. The eroticism of the film makes it very feminine, in the way it deals with the woman’s sexual pleasure. It is also interesting to observe how the character unconsciously transforms a repetitive and tedious work into a sexual fantasy. The way the director found to transform the feeling in images makes it very original.