Apresentação / Presentation

O Femina – Festival Internacional de Cinema Feminino chega em 2012 a sua 9ª edição graças ao patrocínio da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL através da CAIXA Cultural RJ, e da SECRETARIA DE ESTADO DE CULTURA DO RIO DE JANEIRO.

O Femina foi criado a fim de valorizar a participação da mulher no cinema, na arte e na cultura, estimular o surgimento de novas diretoras e a inserção da mulher no mercado de trabalho audiovisual, incentivar a produção de filmes com temática feminina, promover e difundir a igualdade de gênero.

Ao longo desses anos de realização do Femina alguns resultados já são concretos, como: a realização de diversos filmes em todo o mundo destinados especialmente ao nosso processo seletivo, consequentemente, o surgimento de novas diretoras e filmes femininos, a contribuição dos nossos fóruns de debates na formação e capacitação de jovens de projetos sociais através do nosso trabalho de formação de plateia, e o surgimento de projetos entre profissionais que se encontraram e se conheceram nas edições do Femina, assim como, de novos projetos que se inspiraram na realização do festival em outras cidades e Estados do Brasil, e até em outros países.

Trabalhar com cultura e gênero é muitas vezes uma tarefa lenta, ininterrupta e pouco valorizada. No entanto, os resultados já alcançados são motivos para acreditarmos que nosso trabalho tem valido a pena.

Este ano recebemos mais de 800 filmes para seleção, de 61 países. Serão exibidos 90 filmes (longas, médias e curtas-metragens) de 24 países, distribuídosem duas Mostras Competitivas, uma Internacional e outra Brasileira, além de sessões especiais como Programa Infantil, Sessão Masculino-Feminino, Sessão Dividindo a Conta, Programa Eu gosto é de mulher, Programa Experimental, Sessão Cineclube LGBT, e Programas Especiais.

O Femina 2012 apresenta em sua abertura o filme “Histórias que só existem quando lembradas” da diretora carioca Júlia Murat, o filme brasileiro mais premiado internacionalmente nos últimos 10 anos.

Como todos os anos, apresentamos uma Sessão Homenagem a uma personalidade feminina do cinema nacional. Esse ano, temos o prazer de homenagear uma das mais queridas e populares atrizes do Brasil, Zezé Motta, que ficou conhecida internacionalmente interpretando uma das personagens mais marcantes do cinema brasileiro: Xica da Silva, em filme homônimo de Cacá Diegues que iremos exibir, que apresenta a primeira protagonista negra do cinema nacional.

Completando nossa programação, o Femina realiza mais uma vez um Seminário composto por debates e palestras, em parceria com o Elas Fundo de Investimento Social, que celebra 10 anos de trabalho em 2012.

Agradecemos a colaboração de todas as pessoas, empresas e instituições que nos ajudaram a tornar possível a realização do Femina 2012.

Convidamos a todos para participarem de nossas atividades ao longo dessa semana.

Paula Alves e Eduardo Cerveira
Diretores
Instituto de Cultura e Cidadania Femina


Femina – International Women´s Film Festival reaches its 9th edition in 2012, thanks to the sponsorship of CAIXA ECONÔMICA FEDERAL through CAIXA Cultural RJ and RIO DE JANEIRO STATE SECRETARIAT OF CULTURE.

Femina was created to enhance the participation of women in films, arts and culture, to stimulate new women directors and the inclusion of women in the audiovisual area, to encourage the production of films with female themes and to disseminate and promote gender equality.

Throughout these years of Femina´s proceeding, some results are already tangible, such as: the production of several films around the world intended specifically to our selection process. Therefore, the appearances of new female directors and films, the contribution of our forums discussions on the training of young people from our social projects through our formation of audience job, and the emergence of projects among professionals who have known or met themselves in editions of Femina, and with new projects that were inspired in the making of the festival in other cities and states of Brazil, and even in other countries.

Working with culture and gender is often a slow task, uninterrupted and undervalued. However, the results already achieved are reasons to make us believe that our work has been worthy.

This year we received over 800 films to selection, from 61 countries. 90 films will be shown (long, medium and short films) from 24 countries, divided into two competitive exhibitions: one national and one international, in addition to it, there are special sessions, such as: Children’s Program, Masculine-Feminine Sessions, Sharing the bill, It´s women I like, Experimental Program, GLBT film club, and special programs.

In the opening night, Femina presents the movie “Histórias que só existem quando lembradas” directed by the carioca director Julia Murat, the most internationally awarded Brazilian film in the last 10 years.

As in every year, we also present a session in honor of a female personality of the national cinema. This year, we are pleased to honor one of the most beloved and popular Brazilian actresses: Zezé Motta, who has been known internationally, acting one of the most remarkable characters of the Brazilian movie: Xica da Silva, in Carlos Diegues’ homonyms movie that will be displayed and presents the first black protagonist in Brazilian cinema.

Completing our program, Femina, once again, presents a seminar composed of debates and lectures in partnership with Elas, Social Investment Fund, which celebrates 10 years of work in 2012.

We appreciate the cooperation of all people, companies and institutions that have helped us to make possible the accomplishment of Femina in 2012.

Everyone is invited to participate in our activities along this week.

Paula Alves and Eduardo Cerveira
Directors
Femina Institute for Culture and Citizenship.